cannes 11

por Luis Galvão

Não deu para Almodovar nem mesmo para o polêmico Lars (e nem era esperado, depois do feito), foi o periódico Malick que levou a Palma. Não é mistério que sua celebração abre portas para um futuro que já estava quase certo de reconhecimento e futuras premiações. Legal mesmo foi vê aquela que já provou ser uma ótima atriz sendo premiada e um criticado filme ganhar o Prêmio do Júri.

No mais, cá estamos nós, esperançosos que todos aqueles filmes entrem em cartaz e nossa curiosidade seja saciada com uma boa dose de ‘sessão de arte’ – onde muitos possivelmente irão ser alocados, mesmo que devessem atingir um público muito maior. [prêmiados bem estruturados no Spoiler]