cópia fiel

por Luis Galvão

image

A certificação da arte como um palco de reflexões sobre relacionamentos. Com uma transição perfeita entre o jogo articulado de um ‘casal’ (Shimmel e Binoche em perfeita sincronia e destacadas belezas) nas terras de Arezzo sob um tempo indeterminado e a passagem dos momentos que transpassam a vida desses dois errantes. Se fosse apenas por isso, já seria um clássico lírico do Abbas Kiarostami, porém a metonímia cinematográfica expande os conflitos dos personagens e é jogada para o espectador que, no final, é realmente quem decide se compra ou não as tais cópias sociais. [4/5]