em um mundo melhor

por Luis Galvão

image O eficáz cinema de Susanne Bier (da primeira versão de Brothers) contextualiza dramas com a época em que são realizado. Aqui, temos um médico andarilho intrepretado por Mikael Persbrandt que após voltar a sua casa na Dinamarca encontra seu filho (vítima recente de bully) querendo vingança. Daí surge um melodrama Europeu que é quase uma metonímia para a guerra, a precariedade de relações humanas, o preconceito e a intolerância. Sem nunca alcançar um ápice do roteiro, apresenta de forma direta questões universais, e só. [3/5] MUBI