acedémie des césar

por Luis Galvão

image Quando as portas do cinema francês se abrem a para premiar Polanski, rompe com o tradicionalismo e aposta na renovação. Ainda que a categoria principal tenha ido para um filme meio polêmico sobre a morte de monges na Argélia em 1996, o César premiou ainda A Rede Social como seu melhor filme estrangeiro (Grand Torino, Valsa com  Bashir, La Vie des autres e Little Miss Sunshine já passaram por essa categoria). Tarantino foi o homenageado e o protagonista de Carlos ainda ganhou revelação. Às vésperas do Oscar, é bom vê Academias que não optam pelo óbvio.

 FILMEimage DOS HOMENS E DOS DEUSES, de Xavier Beauvois
DIRETORimage Roman Polanski por O ESCRITOR FANTASMA
ATOR
image Eric Elmosnino por GAINSBOURG – VIDA HERÓICA
ATRIZ
image Sara Forestier por LE NOM DES GENS
ATOR COADJUVANTE
Michael Lonsdale por HOMENS E DEUSES
ATRIZ COADJUVANTE
Anne Alvaro por LE BRUIT DES GLAÇONS
ATOR REVELAÇÃO
Edgar Ramirez por CARLOS
ATRIZ REVELAÇÃO
Leila Bekhti por TOUT CE QUI BRILLE
MONTAGEM
O ESCRITOR FANTASMA de Herve de Luze
FOTOGRAFIA
Caroline Charpentier, por HOMENS E DEUSES
PRIMEIRO FILME
GAINSBOUG – VIDA HERÓICA
ROTEIRO ORIGINAL
Baya Kasmi e Michel Leclerc por LE NOM DES GENS
ROTEIRO ADAPTADO
Robert Harris e Roman Polanski por O ESCRITO FANTASMA
DIREÇÃO DE ARTE
Caroline de Vivaise por THE PRINCESS OF MONTPENSIER
CURTA-METRAGEM
LOGORAMA de François Alaux, Hervé de Crecy, Ludovic Houplain
TRILHA ORIGINAL
O ESCRITOR FANTASMA Alexandre Desplat
SOM
GAINSBOURG – VIDA HERÓCIA Daniel Sobrino, Goudier e Brunhes
FILME ESTRANGEIRO
A REDE SOCIAL de David Fincher
ANIMAÇÃO
O MÁGICO de Sylvain Chomet
DOCUMENTÁRIO
OCEANS de Jacques Perrin e Jacques Cluzaud
CÉSAR HONORÁRIO
Quentin Tarantino