o ritual

por Luis Galvão

imageO que resta das fitas de terror hoje em dia? Håfström (do interessante 1408) parece ter achado uma saída de sucesso ao dar a sua trama contornos mais filosóficos sobre o exorcismo, mesmo com seu estilo comercial óbvio. Junto ao elenco  bem introsado com a obra (Hopkins, Braga e O´Donoghue), é possível dizer que o suspense atual não precisa utilizar cabeças girando, corpos contorcidos e vômitos verdes para entreter. Basta utilizar elementos bem estruturados, um clima classudo e o mais importante, não subestimar sua platéia, que está lá para ficar com cara atônica ao descobrir o mistério. [3/5] MUBI