Predadores (2010)

por Luis Galvão

image

três estrelas

Às vezes o resgate da boa ação científica aos moldes de blockbuster descompromissado é uma grata surpresa até para os que não são fãs do gênero. ‘Predadores’ é um ótimo exemplo disso. O quinto filme da série (que, confesso não assistir nenhum) chama logo atenção por ter dois bons atores envolvidos, Brody e Braga, e a produção do interessante – mas muitas vezes sem dose – Robert Rodriguez. O grupo que cai numa ilha para servir de lanche para o alienígena é composto por membros da Yakuza, serial killer americano, traficante mexicano, atiradora de elite de Israel, mercenários e médicos, tem para todos os gostos e logo de cara você simpatiza com algum. Boa trilha sonora, o monstro com visual moderno e bem caracterizado e um diretor que soube aproveitar o antigo roteiro de Robert (escrito em 1994). Não se pode esperar um final surpreendente, porque se lembrem que esse filme foi feito, basicamente, para lucrar. Porém é uma boa diversão para quem tem estômago forte e sabe se aventurar em tramas vazias de sci-fi apenas por entretenimento.

(Predators, EUA, 2010) Diretor: Nimród Antal; Roteiristas: Alex Litvak, Michael Finch; Elenco: Adrien Brody, Topher Grace, Danny Trejo, Laurence Fishburne, Walton Goggins, Alice Braga