Coco Chanel & Igor Stravinsky (2009)

por Luis Galvão

Coco Chanel foi uma mulher de vários amores, alguns conhecidos outros nem tanto, e o cinema insiste em retratar todos, infelizmente. Anna Mouglalis aqui é a Coco arrogante, seca e devassa no seu hipotético relacionamento com o compositor russo Igor Stravinsky, enquanto Tautou representou a estilista antes de se tornar rica no filme de Fontaine e ainda teve Shirley McLaine na TV em 2008. Várias e várias obras, mas nenhuma que realmente significou um ponto final para a história da parisiense que mudou a moda e a cabeça das mulheres no século XIX. O holandês que dirigiu ‘Coco Chanel & Igor Stravinsky’ não soube escalar um elenco, não soube aproveitar os recursos técnicos bem feitos e nem a ótima trilha de Gabriel Yared. Por que será que ainda não foi feito um filme em que as contribuições de Chanel para o mundo são mais importantes que seus relacionamentos?

(Coco Chanel & Igor Stravinsky, França, 2009) Diretor: Jan Kounen; Roteiristas: Chris Greenhalgh, Chris Greenhalg; Elenco: Anna Mouglalis, Mads Mikkelsen, Elena Morozova