Cartas Para Julieta (2010)

por Luis Galvão

Só por ter Seyfried e Mrs. Redgrave, mereceu uma estrela a mais, já que tramas ‘água com açúcar’ nunca foram meu forte. Despretensioso e até bobinho demais. Tenta provar que o amor não tem fronteiras de idade nem de tempo e acaba se tornando um filme de mensagem, não de técnica. Winick já foi mais divertido em ‘De Repente 30’, por exemplo.

(Letters to Juliet, EUA, 2010) Diretor: Gary Winick; Roteirista: Jose Rivera.Elenco: Amanda Seyfried, Gael García Bernal, Vanessa Redgrave, Franco Nero