A Mente Que Mente (2008)

por Luis Galvão

Um artista decadente, um jovem sem objetivos na vida e um ‘road movie’ cheio de coadjuvantes interessantes, “The Great Buck Howard” reúne alguns clichês básicos de uma comédia que poderia dar certo, mas que o diretor/roteirista Sean McGinly não consegue desenvolver tão bem quanto a história. Talvez seja pela falta de agilidade ou pelo simples motivo de ser sustentado muitas vezes pela presença de Malkovich e pela interessante trilha sonora de Blake Neely.

Colin Hanks (filho do Tom Hanks e um ator até interessante) vive Troy Gable, um estudante infeliz de Direito que decide abandonar o curso para seguir um ‘mágico e mentalista’ que fazia muito sucesso em antigos Talk Shows, Buck Howard (John Malkovich), mas que agora vive no ostracismo e não admite isso. Buck é excêntrico, grosseiro e rude com todos, mas Troy ainda sente alguma compaixão por ele. O jovem ainda tem um caso amoroso com Valerie (Emily Blunt), a agente de relações públicas do ilusionista, que tem a idéia de viajar pelas pequenas cidades dos Estados Unidos para tentar reerguer a imagem batida do Mr. Howard.

Se o filme fosse todo filmado com a agilidade que foram os três minutos iniciais (que mostram toda a vida de Troy até onde ele chegou), seria ótimo, mas – infelizmente – o cansaço e a monotonia em alguns momentos só não são maiores por causa dos bons atores envolvidos. O longa ainda conta com uma enorme lista de participações especiais (Ricky Jay; Steve Zahn; Tom Hanks; Griffin Dunne; Debra Monk; Adam Scott; Patrick Fischler; Jacquie Barnbrook) que tem os típicos papéis estereotipados de qualquer road movie, tem ‘pai de família’ a ‘fã incondicional com cara de louca’, todos estão muito bem.

Só que depois de algum fica aquela estranha e ruim sensação que, mesmo curto, o filme não anda. A história do Troy cai no lugar-comum e a ‘surpresa’ na carreira de Buck é tão neutra que a gente nem se envolve muito. McGinly tinha um bom material que não soube utilizar e terminou por fazer um filme que vale por algumas cenas, pela aparição de ótima banda ‘Clap Your Hands Say Yeah’ e pelo Malkovich que carrega boa parte do filme nas costas e entrega mais um trabalho típico de sua filmografia.

A Mente que Mente (The Great Buck Howard, EUA, 2008) Diretor/Roteirista: Sean McGinly; Elenco: John Malkovich, Colin Hanks, Emily Blunt, Ricky Jay, Steve Zahn, Tom Hanks, Griffin Dunne, Debra Monk, Adam Scott, Patrick Fischler, Wallace Langham; 90 min.