Aladin (2009)

por Luis Galvão

Não, você não está lendo errado. Essa produção de ‘Aladin’ foi feita ano passado, não é uma cópia do desenho da Disney e tem como diretor Sujoy Ghosh. Sim, esse foi o primeiro longa que assistir completamente produzido na Índia, com dois atores veteranos e uma fórmula de fazer cinema único. E tenho que admitir, fiquei admirado.

O cinema de Bollywood tem crescido a saltos gigantescos nesses últimos anos, a entrada da cultura indiana nos mais diversos setores do comércio, turismo e cultura é uma realidade vivenciada por todos. Os motivos disso são os mais diversos, seja por causa das ‘futuras potências’ da BRIC ou pelo sucesso conquistado por ‘Slumdog Millionaire’. Aventurar-se por esse mundo desconhecido pelo nosso lado ocidental foi ótimo e prazeroso, mesmo que eu saiba que esse gênero não iria agradar a todos.

A história de Aladin (Ritesh Deshmukh), um menino normal que tem esse nome porque seus pais realmente acreditavam na lenda de ‘Alladin e da lâmpada’ e por essa causa era caçoado enquanto criança. Até que a chegada de uma estudante de intercâmbio Jasmine (Jaqueline Fernandes) balança com o coração do nobre rapaz e dá-lhe de presente uma lâmpada que (surpresa!) era mágica. O Gênio (Amitabh Bachchan, veterano nos cinemas) está para se aposentar, e tem que realizar três desejos para ter sua ‘aposentadoria’. Só que um estranho sujeito chamado Ringmaster (Sanjay Dutt, outro tarimbado nos filmes de lá) quer a lâmpada a qualquer custo.

Tem muita música, muita dança, muitas pessoas e os atores parecem sempre está se divertindo enquanto trabalham. O Ritesh com aquela cara de bobão, Jaqueline sendo uma musa, e a dupla Amitabh e Sanjay que me lembraram – guardadas devidas proporções – Meryl Streep em Mamma Mia! (se é que vocês me entendem). Mas esqueçam um cinema engajado, aqui ele é feito unicamente para divertir e entreter, não sei se veremos futuramente fitas conterrâneas que reproduzam a verdadeira Índia, porém é de se destacar toda a produção que encanta por suas cores, texturas e vida que salta da tela.

7,5/10
(Aladin, Índia, 2009) Direção:Sojoy Ghosh; Roteiro: Sujoy Ghosh, Suresh Nair; Elenco:Amitabh Bachchan,Ritesh Deshmukh, Sanjay Dutt, Jaqueline Fernandes, Ratna Pathak, Mita Vasisht; 120min.
Anúncios